Quero esse livro…

Quero demais esse livro. Vou comprar! Sempre fui fã desse fofuxo e agora então!rs. Já esta à venda nas livrarias a biografia “Eu” !

O principal assunto do livro, claro, é sua recente saída do armário. “Já não podia viver mais sem encarar a minha verdade. Por isso, senti a necessidade de acabar com um segredo que guardava durante muitos anos: tomei a decisão de revelar ao mundo que aceito a minha homossexualidade e celebro este presente que a vida me deu”, explica na introdução, referindo-se ao que publicou na internet no dia 29 de março.

Ele ainda diz que saiu com muito mais mulheres que homens em sua vida e que suas relações com homens “nunca foram relações que perdurassem ou que marcassem minha vida significativamente”, relata. Sobre seus grandes amores, Ricky afirma ter sido apaixonado apenas por duas pessoas em sua vida: uma mulher mais velha e um radialista de Los Angeles. Ele não cita nomes, mas a imprensa já divulgou quem são. A mulher seria a apresentadora mexicana Rebecca de Alba, com quem Ricky manteve uma tumultuada relação durante 10 anos. O radialista era locutor de uma emissora de Los Angeles. A relação não deu certo e levou Ricky a uma viagem à India, o que reforçou a sua espiritualidade.

“No fundo, sempre soube que era gay, no entanto, passei anos e anos tratando de esconder isso de mim mesmo”, confessa no último capítulo.

Na entrevista de ontem no fantástico!

Ricky é conhecido pela simpatia e, diante da equipe do Fantástico, justifica a fama. Ele arrisca no português: “E aí, Brasil, tudo bom? Beleza!”. O repórter pergunta o que mudou na carreira, quase um ano depois de ele revelar que é gay.

Ricky pensa um pouco, respira fundo, e manda: “É importante frisar que o fato de eu ter dito que sou gay não teve nada a ver com a minha carreira.

Foi uma necessidade minha, de enfrentar a vida com dignidade. Por sorte, foi excelente para minha carreira. O público tem me apoiado muito e a imprensa tem sido muito respeitosa”, diz.

Como, no Brasil, Ricky Martin é sinônimo de Menudo, o Fantástico pergunta se, naquela época, ele já se sentia, não gay, mas pelo menos diferente.

“Entrei pra banda quando tinha 12 anos”, ele lembra, “e bem antes disso eu já sentia uma atração, uma química, pelo mesmo sexo. A única coisa é que não sabia que nome dar para aquilo”.

“Era um conflito interno, muito intenso”, continua Ricky. “Eu pensava: ‘eu sinto essas coisas, será que vou para o inferno?’. Eu era um jovem símbolo sexual e tinha de fazer certas coisas pra que as garotas se sentissem atraídas por mim”, revela.

O Fantástico pergunta: “E como era com o pessoal da banda, será que eles sabiam?”. “Provavelmente sim. Agora, pelo menos, vários deles andam dizendo que sabiam. Sei, sei, agora é fácil falar. Mas, olha, a banda era ótima. Minha experiência no Menudo foi maravilhosa e respeito todos eles”, diz Ricky, fugindo de polêmicas.

Aliás, fugir de polêmicas é a marca da autobiografia de Ricky, lançada no ano passado. Ao contrário de outras biografias recentes de astros pop, que contam tudo e mais um pouco, a de Ricky não revela nada escandaloso.

Álcool e drogas, personagens principais de tantas histórias do show business, nem aparecem na obra de Ricky. Por quê?

“Olha”, diz o cantor, “nem vinho eu bebo. Sempre fui muito concentrado no trabalho. Claro, fui adolescente, era de balada e balada forte. Mas, no meu livro, optei por falar de minha jornada espiritual”.

De todas as jornadas espirituais de que Ricky tanto fala, a de que ele mais gosta de citar é citar a experiência de ser pai. Os meninos gêmeos, Valentino e Matteo, têm dois anos.

Ele explica que os óvulos vieram de uma doadora, foram fertilizados em laboratório e depois implantados em uma segunda mulher.

Ricky afirma que nunca se encontrou com nenhuma das duas. Mesmo com esse processo cercado de tanto segredo, ele diz: “Ser pai foi a jornada mais maravilhosa por que já passei”.

Ricky é pai solteiro. O que ele vai dizer quando os meninos começarem a perguntar quem é a mãe?

“Bom, isso só vai acontecer quando eles tiverem cinco, seis, sete anos”, afirma o cantor. “Agora, só têm dois. O importante é expor as crianças à verdade de forma natural, mostrar que não há nada de errado com nossa família. Somos apenas uma família moderna”, ele diz.

O Fantástico pergunta se um dia os meninos podem ter dois pais, quando Ricky tiver um relacionamento estável. Ele responde que está namorando firme, mas que as crianças têm de saber: “o pai sou eu!”, brinca.

No papo de despedida, ele fica até arrepiado só de pensar em passar o Carnaval na Bahia, atendendo ao convite da amiga Claudia Leitte.

Mas ele ainda não sabe se vai, porque estará se preparando pra turnê mundial, que começa em março e passa pelo Brasil no segundo semestre.

As fãs e os fãs brasileiros ficam na torcida!

ps. Eu sempre fui muito fã dos menudos, quando pequena tinha um álbum de figurinhas, colava fotos na parede do quarto! Tinha uma música que eu chorava, ja tentei lembrar qual era,mas não consigo! Vou ver depois aqui na net se encontro1 Mas eles eram lindinhos, e o Ricky então? Sem explicação, lógico que hj ta bem melhor!

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Luiza Mikaella
    fev 02, 2011 @ 17:00:34

    Ele é realmente um “fofuxo”, como você disse, Nena… masssss… não faz o meu tipo! hauhauhauhauaua. Falando sério, agora… Ricky Martin é (quase) tudo de bom! rs… Já vamos começar a nos preparar para o segundo semestre, né? Acho que não vamos mais para o carnaval no Rio… melhor economizar um pouquinho para ir para esse show! O que acha??? Beijosssss

    Responder

  2. elainersantos
    fev 03, 2011 @ 08:37:35

    Acho tudo de bom essa idéia! Prefiro o show dele do que cair na folia em carnaval, ja curtir demais carnaval em praia! Gostaria de ir pra Guaramiranga, aí sim valeria muito a pena!Bjim

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: