O Discurso do Rei

O Discurso do Rei  conta a história de George personagem de Colin Firth, que é gago desde os quatro anos de idade.  Mas este problema comum ganha muita seriedade pois George pertence a realiza britânica, e por isso precisa fazer discursos com grande freqüência.  Apesar de já ter passado por diversos médicos, ele nunca conseguiu encontrar resultados eficazes. A situação fica pior quando George se vê obrigado a ocupar o trono de rei da Inglaterra depois que seu irmão Edward, vivido por Guy Pearce, abdica do posto em 1936.

A história de George começa a mudar quando sua esposa Elizabeth, personagem de Helena Bonham Carter, o leva até um terapeuta chamado Lionel Logue, interpretado por Geoffrey Rush. Lionel usa métodos diferentes dos convencionais, por isso no começo George perde um pouco da esperança de que este novo tratamento possa realmente lhe ajudar. No entanto, o terapeuta se coloca em uma posição de igual para igual com George e passa a atuar também como seu psicólogo, até se tornar seu amigo.

A estratégia de Lionel é fazer com que fazem com que George adquira autoconfiança para cumprir os maiores desafios da sua vida. Através dos seus exercícios e métodos, ele consegue ajudar George a assumir a coroa e mudar a sua concepção de que é incapaz de governar a Inglaterra por conta de uma gagueira nervosa.  A história é ideal para quem precisa de exemplos de superação na vida, para passar pelos obstáculos mais difíceis e realizar todos os seus sonhos.

O longa produzido sob a direção de Tom Hooper, já foi eleito o melhor filme pelo Producers Guild of America, sindicato dos produtores de cinema dos Estados Unidos. Além disso, foi indicado em 14 categorias do Bafta, espécie de “Oscar inglês”, tendo recebido 7 prêmios referentes as mesmas na premiação que aconteceu em Londres.

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Luiza Mikaella
    maio 31, 2011 @ 13:00:20

    Oi, Nena! Boa tarde!

    O Discuro do Rei é uma verdadeira obra de arte! Impressionou-me a atuação de Colin Firth. Demais! Eu cheguei a ficar com falta de ar em certas passagens… agoniada com aquela gagueira… Merecidamente ganhou o Oscar! Além de ser um filme acadêmico e histórico, trabalha o lado humano com muita pscicologia. Gostei e recomendo!

    Beijos pra tu…

    Responder

  2. elainersantos
    maio 31, 2011 @ 13:56:29

    Oi Mika! Boa tardeeee!!!
    Como foi merecedor do Oscar! Perfeito esse filme, recomendo demais!!!! Tbm quase fico gagaaa!!! kkkkkkkk!!!
    Bjs

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: