Romeiros festejam centenário de Juazeiro do Norte

Hoje o dia é de louvor. Na terra do “Padim”, a celebração se inicia às 6 horas com missa dos 77 anos de morte do Padre Cícero Romão Batista. A tradição se repete com a Praça da Capela do Socorro repleta de fiéis. Este ano, com um motivo a mais: o Juazeiro que ele adotou como filho, já que nasceu no Crato, completará, em dois dias, 100 anos. Há dois anos, foram iniciadas as comemorações para o centenário da cidade, com os 100 anos da presença da imprensa, com o combativo “O Rebate”. Este jornal teve, em princípio, um caráter libertador, para a tão sonhada independência, num povoado que, em 1909, tinha pouco mais de 15 mil habitantes.

Desde a última sexta-feira que os romeiros começam a chegar na cidade, para participar das comemorações. No dia 20 de cada mês é comum a igreja ficar lotada para a tradicional missa. Mas, no dia que marca a morte de um dos maiores nomes da religiosidade popular do Brasil, a praça fica repleta. A celebração se torna especial, com um palanque armado de frente à capela. Os romeiros vão prestar a sua homenagem e acender velas. Dentro da Capela, no Túmulo de Padre Cícero, a emoção, a homenagem e o agradecimento pela graça alcançada. Objetos são lançados sobre o túmulo, para em seguida serem devolvidos pelas organizadoras. A partir dali, algo sagrado é levado como lembrança para casa.

Restauração

Depois de 42 anos, a estátua do Padre Cícero, com 25 metros, foi restaurada, por fora. O trabalho feito em tempo praticamente recorde, segundo o administrador do Horto, padre José Venturelli, foi concluído no último dia 14 e a estátua foi liberada para visitação permanente no último domingo. Um presente para a nação romeira, depois de anos em que se fala em tombamento pelo Instituto do Patrimônio Nacional e Artístico Brasileiro (Iphan), processo que está praticamente parado, conforme disse o padre.

O monumento entra nos 100 anos da cidade de cara renovada. O trabalho contou com o auxílio de engenheiros, alunos pesquisadores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (Ifet) e Faculdade de Tecnologia Centec (Fatec). Venturelli destaca a perfeição do trabalho. Em 2010, várias críticas foram feitas por causa da ausência de manutenção da estátua. Algumas rachaduras, especialmente nos dedos, chamavam a atenção. Foram investidos cerca de R$ 80 mil. Metade desse valor foi bancado pela Prefeitura e a outra parte pela Inspetoria Salesiana.

A visitação ao local tem se intensificado. Segundo o secretário de Desenvolvimento, Turismo e Romarias, José Carlos, a romaria para celebração da morte do Padre Cícero tem surpreendido a cada ano pelo grande número de romeiros. E isso inclui, o que antes era uma data mais da cidade e região, fiéis de vários Estados nordestinos.

Para o presidente da Comissão do Centenário, Geraldo Barbosa, esse é um momento em que há a culminância de uma data comemorada de diversas formas, reavivando na memória das pessoas, principalmente os mais jovens, a história de uma cidade que ele considera misteriosa, por ser símbolo de desenvolvimento no Nordeste.

Fonte: Diário do Nordeste

Anúncios

3 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Luiza Mikaella
    jul 20, 2011 @ 10:40:23

    Oi, Nena… bom dia!

    Como canta o poeta, “olha lá / no alto do Horto / ele está vivo / o Padre não está morto”! Padre Cícero é a presença viva da fé, da religiosidade e do amor, nos corações de todos os juazeirenses!

    Sinto-me abençoada por morar nessa cidade no ano do seu centenário e fazer parte da sua história político-social-administrativa.

    Obrigada a tod@s que me acolheram nesta cidade, principalmente, você, Nena, que está sempre de prontidão!

    Beijos e feliz centenário!

    Responder

  2. elainersantos
    jul 20, 2011 @ 12:23:41

    Olá, Mika!! Bom diaaa!!
    Padre Cícero é presença viva na vida de todos os Juazeirenses!!! Hoje não sou católica, mas tenho bastante respeito por cada uma dessas pessoas e admiro demais por se fazerem presente todo ano, cumprindo suas promessas, aliás não existe mais data certa, todo tempo chegando romarias aqui!!! Padre Cícero tem muita história, na política, religião, dentre outras mais. Ele é um benfeitor dessa cidade, depois vou fazer um post aqui sobre a sua vida!!! Fico feliz também por você está aqui, sei que sempre teve vontade de morar aqui e por ironia do destino está fazendo parte dessa história, pois você abraça a política de uma forma, está sempre presente nesse meio.
    Um forte abraço!!!
    Feliz centenário pra você também! Beijos!
    PS: Você que está sempre de prontidão, muito prestativa a quem precisa de você!! Admiro muito isso na sua pessoa…

    Responder

  3. Luiza Mikaella
    jul 20, 2011 @ 17:17:52

    Também não sou católica, mas a figura do Padre Cícero está anos luz de rótulos religiosos. A própria igreja católica não suportou a universalidade da sua religião e o manteve distante dos muros de Roma. Bjs

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: