Psicólogo repudia indelicadezas em programa da Globo no Centenário de Juazeiro

Com o título de “A Ignorante & o Centenário”, o psicólogo Tito Oliveira escreveu o seguinte artigo para o Site Miséria:

Profundamente lamentável a reportagem do programa “MAIS VOCÊ”, de Ana Maria Braga, em referência ao centenário de Juazeiro do Norte no dia 22 passado. A apresentadora começa a sua burrice geográfica com o convite: “Agora vamos viajar pro norte do país”. 

Juazeiro do Norte não fica no norte, mas sim no nordeste brasileiro, no sul do Ceará. Porém a aberração ignorante continuou. A matéria era sobre um juazeirense que há 25 anos havia deixado sua terra e nunca mais voltado. Era a homenagem do programa pelo Centenário de Juazeiro do Norte. 

O repórter que acompanhou o cearense João Bosco do Nascimento Gomes sem maiores aprofundamentos sobre a cidade ao chegar pergunta se João sabia da existência do aeroporto, se sabia onde o pai do mesmo morava e assim foi até encontrar seu pai, que não via há anos. 

Mas a burrice de uma apresentadora de um canal de TV a nível nacional foi lamentável e com suas falas acabou por causar sentimentos de menos valia entre os juazeirenses. Senão vejamos! 

Como o Sr. João foi encontrar seu pai em uma rua sem asfalto, na periferia, a brega Sra. Ana Maria Braga fez algumas afirmações no mínimo absurdas. A ignorante falou algo se referindo à pobreza da cidade, se apoiando nas cenas gravadas de poucas ruas da periferia e conclui que justamente por isto é que os nordestinos vêm para o sul, pois no nordeste se vê pobreza. 

A brega ignora que o fluxo de nordestinos para o sul já não é o mesmo de séculos passados, havendo sim uma inversão deste fluxo, tal qual previsto pelo próprio Padre Cícero. Mas com tal colocação a apresentadora acaba por reforçar a crença de algo que já não é mais real. E o papagaio Louro repete, afinal ele não tem culpa das burrices dos outros. 

Também durante a reportagem a Sra. Ana brega se refere à cidade somente com o nome “Juazeiro” por diversas vezes, creio que devido a sua ignorância geográfica não sabendo que Juazeiro é cidade da Bahia, vizinha de Petrolina e Juazeiro do Norte é no Ceará. Tal tratamento acaba por gerar confusão e alimenta ignorância também entre telespectadores menos atentos a tais detalhes. 

A brega apresentadora também parece não ter noção do valor e importância do Padre Cícero na região e em todo o nordeste. Fala da cidade como sendo a “Terra do Padim” e mais nada e o papagaio Louro repete, coitado. Faz tal afirmação como se fosse uma referência sem significados, sem valores profundos, sem maiores destaques, A Sra. ignora lamentavelmente que Juazeiro do Norte é a 100ª cidade do Brasil; que Juazeiro do Norte é o maior centro de religiosidade da América Latina; que Juazeiro do Norte tem um importante centro universitário com mais de uma dezena de universidades; que Juazeiro do Norte tem em seu aeroporto importante papel por atender demandas de cargas e passageiros, além do sul cearense de outras regiões como do Pernambuco, da Paraíba e Piauí. 

Juazeiro do Norte é forte pólo industrial, comercial e de serviços a ponto de ser tratada como uma espécie de ‘capital’ do Cariri, região que envolve várias cidades do sul cearense. 

É, a Sra. Ana com sua brega ignorância não se referiu a Juazeiro do Norte desta forma, mas sim valorizando algumas ruas sem calçamento e concluindo pela pobreza da cidade; como se fosse esta a única característica de uma cidade que como tantas outras tem seus problemas, como a capital paulista tem os seus junto a periferia e nas favelas. Mas quem não conhece Juazeiro do Norte e ouviu a fala brega desta apresentadora vai ficar com a conclusão desprezível, preconceituosa e irresponsável para quem está diante de um canal com audiência nacional. Né! Louro? 

Outra omissão lamentável, justamente na matéria em homenagem ao centenário de Juazeiro do Norte, foi quanto a Padre Cícero em passant como se o mesmo não tivesse nenhuma representação significativa em relação à própria cidade que tem sua história e seu desenvolvimento ligado a figura de Padim. Ela e nem seu Louro sabem da importância de Padre Cícero quanto aos aspectos: religioso, cultural, folclórico e político. Creio que ela e nem seu Louro sabem que Padim foi escolhido como o “Cearense do Século”. Pena. Quanta bobagem numa homenagem! 

Cabe então a Sra. Ana Maria Braga uma retratação. Não a mim, pois eu não tenho importância alguma para seu programa. Mas cabe sim a toda a população juazeirense, ferida em sua auto-estima, alvo de preconceitos e conceituações indevidas. Creio que a melhor forma seria uma nova reportagem, pode ser com o próprio João Bosco, mas mostrando a cidade em seu todo, histórico, cultural, folclórico, religioso, educacional, industrial, comercial e geográfico. 

E outra dica diante de uma nova reportagem é consultar instituições juazeirenses, tem uma centena delas disponíveis. Ou também consulte a Escola de Samba do RJ a Tradição e em São Paulo Escola de Samba de Vila Albertina, ambas tem muitas lições a ensinar. E em última hipótese consulte o Google, como faço diante de minhas ignorâncias. 

Aí sim a Sra. estará fazendo a devida homenagem a JUAZEIRO DO NORTE e o seu papagaio Louro José certamente irá aprovar e aprender muito da cultura nordestina. 

Fica aqui este registro cheio de indignação, insatisfação, rejeição e ironia sim, não nego! Quem sabe assim as outras homenagens ás cidades brasileiras não terão como conotação o oportunismo pela audiência, jogando irresponsavelmente preconceitos, rótulos inadequados, visões simplistas e asneiras globais aos telespectadores. 

Este desabafo é reflexo de outras tantas vozes também indignadas pela qualidade e nível de homenagem ao Centenário de Juazeiro do Norte feito por um programinha que foi sim pobre na essência, preconceituoso e desprezível para o centenário juazeirense. 

Ah! Eu quem sou? Eu não sou cearense, nem nortista e nem nordestino. Sou um simples caipira paulista, porém orgulhoso de ser recebido com carinho e respeito em Juazeiro do Norte, onde tenho uma pequena parcela de contribuição e valor para com o desenvolvimento juazeirense, mas que anda saturado diante de tantas ‘papagaiadas’ televisivas.

Fonte: Site Miséria 

Anúncios

3 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Luiza Mikaella
    jul 26, 2011 @ 08:58:09

    Oi, Nena… Bom dia! Que bom ver que mais pessoas estão se manifestando acerca do absurdo e ignorância veiculados no programa Mais Você da Rede Globo. Publiquei no domingo (23/07) a minha indignação com o fato, através de cópia do e-mail que enviei a apresentadora, oportunidade em que, também, sugeri retratação ao povo juazeirense. Bjinhos

    Responder

  2. elainersantos
    jul 26, 2011 @ 10:06:12

    Oi, Mika.. Bom dia!
    Foi bom!!! Espero que isso aconteça!!! Tamanha a falta de informação dela e ignorância dela não foi? Gostei demais do que esse psicólogo, o mais interessante é que ele não é daqui de Juazeiro viu?
    Bjs!

    Responder

  3. Luiza Mikaella
    jul 26, 2011 @ 16:24:18

    Oi, Nena!
    Para não imputar adjetivos piores, pode-se dizer que os comentários tecidos pela apresentadora foi, no mínimo, lamentável, desagradável, desinformado, tendencioso e descabido. Nada mais justo que seja feita uma retratação a altura dos cidadãos de Juazeiro do Norte!
    Beijão!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: