Eu não quero ter razão… eu quero é ser Feliz!

“Eu não quero ter razão… eu quero é ser Feliz!”*

Uma vez li essa frase não sei onde e nunca mais esqueci…

Hoje sei que a felicidade passa bem longe de ter razão e que muitas vezes nos perdemos nessa busca por ter razão e por convencer ao outro de que estamos certos…

Se sabemos usar bem o monte de palavras disponíveis somos mesmo capazes de convencer ao outro de que temos razão e pode ser que isso nos dê até um sentimento de ter ganho alguma coisa. Mas nunca a felicidade. Se ao provar que temos razão estamos defendendo um ponto de vista fixo pra fugir de buscar em um nível mais profundo o porquê de estarmos passando por aquilo.

Muitas vezes essa razão que só se baseia em um jogo de palavras na verdade está tentando esconder um medo grande que temos de entrar em contato com aquilo que verdadeiramente somos.

Quantas pessoas eu vejo se relacionando em um nível tão superficial que ficam o tempo todo procurando provar que têm razão como se isso garantisse a felicidade e perdem um tempo enorme e muita energia nesse nível ao invés de buscar dentro delas os motivos que estão gerando aquele possível conflito.

Quando nossas palavras são baseadas em um sentimento verdadeiro elas ganham uma força que nem precisamos de muitas pra que as pessoas sintam nossa intenção.

Sempre podemos escolher em que nível vamos nos relacionar com o outro – que na verdade está refletindo o nível em que temos coragem de nos relacionar com a gente mesmo.

Se vamos ficar no nível de ter razão ou no nível de ser feliz.

Se escolhermos o nível de ser feliz, vamos ter que correr o risco de nos mostrarmos por inteiro e vamos usar aquelas oportunidades onde antes buscávamos provar que tínhamos razão para olhar pra dentro e buscar nas nossas cavernas mais profundas o porquê de estarmos passando por aquilo e o que podemos fazer.

Esse fazer não implica em mudar o outro, só o outro que está dentro de você porque na verdade o outro está só espelhando uma parte sua que você não consegue enxergar e que às vezes passa tempos teimando que não tem aquilo.

Ao sair da atitude de defender um ponto de vista fixo e nos permitirmos ir além de ter razão, vamos enfim encontrar uma riqueza infinita de possibilidades de nos conhecermos naquilo que procuramos esconder.

É muito mágico você deixar de lado o ter razão pra buscar dentro de você as causas que geram aquele conflito e nessa busca você encontra muito mais do que o gosto amargo da vitória que pode conseguir por defender pontos de vista fixos.

Você encontra você mesmo em nuances tão interessantes e expressivas que essas partes que você conquista de você fazem com que tudo mude ao seu redor e a partir daí você vê que não precisa ter razão, porque você tem certeza que pode ser feliz sem precisar provar nada pra ninguém, só sendo o que você é.

Seja Feliz Sempre!

Rubia A. Dantés

Esse texto parece ter sido feito para a ocasião atual.

Quando li, achei que estava sonhando, ou que era alguma brincadeira, sei lá…

É tão perfeito, se encaixa tão bem, que nem pude acreditar.

O texto é simplesmente perfeito.

Reflete tudo que estou sentindo hoje e agora.

Anúncios

Direção Certa

“Você só recebe aquilo que tem, porque aquilo que você tem se torna uma força magnética, atrai algo semelhante. É como um bêbado que chega a uma cidade: logo ele vai encontrar outros bêbados. Se um jogador chegar a uma cidade, logo ele se tornará conhecido dos outros jogadores. Se um ladrão chegar a uma cidade, logo ele encontrará outros… ladrões. Se um buscador da verdade chegar à cidade, ele vai encontrar outros buscadores. Tudo que criamos em nós se torna um centro magnético, cria certo campo de energia. E nesse campo de energia as coisas começam a acontecer. Assim, se você quer as bênçãos da existência, deve criar toda a bem-aventurança de que for capaz, deve dar o máximo de si, então uma bem-aventurança multiplicada por mil será sua. Quanto mais você tiver, mais receberá. Quando esse segredo for compreendido, você ficará cada vez mais rico interiormente, sua alegria será cada vez mais profunda. E não há fim para o êxtase — você tem apenas de começar na direção certa.”
Osho

Sobre as coisas belas e simples

Em palavras tudo que sinto sobre a importância das pequenas coisas!!!!

Tenho aprendido com o tempo que a felicidade vibra na frequência das coisas mais simples. Que o que amacia a vida, acende o riso, convida a alma pra brincar, são essas imensas coisas pequeninas bordadas com fios de luz no tecido áspero do cotidiano. Como o toque bom do sol quando pousa na pele. A solidão que é encontro. O café da manhã com pão quentinho e sonho compartilhado. A lua quando o olhar é grande. A doçura contente de um cafuné sem pressa. O trabalho que nos erotiza. Os instantes em que repousamos os olhos em olhos amados. O poema que parece que fomos nós que escrevemos. A força da areia molhada sob os pés descalços. O sono relaxado que põe tudo pra dormir. A presença da intimidade legítima. A música que nos faz subir de oitava. A delicadeza desenhada de improviso. O banho bom que reinventa o corpo. O cheiro de terra. O cheiro de chuva. O cheiro do tempero do feijão da infância. O cheiro de quem se gosta. O acorde daquela risada que acorda tudo na gente. Essas coisas. Outras coisas. Todas, simples assim.

Ana Jácomo

A palavra proferida jamais voltará atrás…


MANEIRA DE DIZER AS COISAS
Clara da Costa

Um provérbio chinês diz que ” assim
como a flecha lançada não volta atrás,
com a palavra lançada,
também ocorre o mesmo…”
A palavra, tanto escrita como falada,
tem a força de vulcões!
A maneira de dizer as coisas,
de como se expressar,
diz muito sobre cada um de nós.

Pessoas impulsivas lançam palavras,
como flechas venenosas,
que atingem o peito de alguém que as receba…
muitas vezes, com perplexidade perante
tal atitude extremista.
Esse ato pode causar danos irreparáveis…
Pode-se perdoar, mas nunca esquecer.

A palavra é um dom Divino…
Se não temos palavras bondosas ou altruístas
para dizermos a alguém, o silêncio
sempre será a melhor solução…

 A força das palavras  em nossas vidas!!! Ela tem bastante poder, nos descuidamos em alguns momentos e ferimos bastante as pessoas…Existe uma ligação muito forte de causa e efeito!!! 

Uma palavra pode marcar alguém para o resto da vida. É bom pensar e nunca esquecer a força das palavras, elas podem libertar, oprimir, alegrar e entristecer, fazer viver e fazer morrer, aliviar e angustiar, rir e chorar,incentivar e esmorecer,amar e odiar,  e assim tantas coisas mais…Além do conteúdo das palavras, existe a forma de como são ditas…

“A vida é aquilo que você faz dela, são os sorrisos que você deixa com as pessoas que você gosta, as lágrimas que escapam sem pedir permissão, os olhares que você libera, as palavras e ações que você emite.. não adianta esperar um dia melhor amanhã, e não fazer nada pra que ele o seja. Tudo depende de você, e de mais ninguém, a vida é sua , é seu momento, se você não der tudo de si e viver , ninguém pode fazer isso por você.”